Transformação digital: como a Realidade Aumentada está ajudando a Ingenico ser mais sustentável e eficiente

Em um mundo a cada dia mais digital, o uso de estratégias virtuais pode ser fundamental para trazer ganhos à vida real. É com esse propósito que a Ingenico vem investindo em soluções inovadoras para tornar a rotina de sua operação mais eficiente. Entre elas, destaque para o QPro, aplicativo educativo de realidade aumentada dedicado a reforçar como podemos fazer o descarte correto de materiais.

Disponível para toda a empresa e compatível com os principais sistemas móveis, o app foi construído para apresentar dicas gerais sobre reciclagem, descarte de lixo e reuso de materiais, despertando o sentimento de responsabilidade ambiental de todas as pessoas envolvidas na operação da Ingenico. “O QPro é um aplicativo educativo que mostra como fazer a reciclagem de materiais, e que além disso divulga temas como Economia Circular, Fontes de Energia Renováveis, Reaproveitamento e Descarte de Materiais, entre outros”, diz Akira Higashi, Coordenador de Projetos da Worldline e um dos responsáveis pela implementação da ação, que é parte do Projeto SIMS – Soluções Inovadoras para um Mundo mais Sustentável.

O executivo salienta que o aplicativo é uma forma de levar informação aos profissionais, conectando a inovação da realidade aumentada às experiências diárias. “Esse é um jeito de chamarmos a atenção para a questão da sustentabilidade, dentro e fora de nossa operação. Aprendemos, por exemplo, como separar os componentes de nossas máquinas, mas também elementos que estão presentes em nosso dia a dia”.

O projeto de construção do aplicativo, feito em parceria com a empresa de soluções em sustentabilidade QPRO, levou cerca de seis meses, observando detalhadamente os passos da operação – e como fazer o descarte e seleção dos materiais individualmente. O desenvolvimento foi realizado pela LIGA - Laboratório de Inovação de Games e Aplicativos da Faculdade de Engenharia de Sorocaba (Facens).

“Esse é um jeito de chamarmos a atenção para a questão da sustentabilidade, dentro e fora de nossa operação. Aprendemos, por exemplo, como separar os componentes de nossas máquinas, mas também elementos que estão presentes em nosso dia a dia”.

“Com a Realidade Aumentada podemos fazer com que os usuários tenham a sensação de participar com maior riqueza de detalhes sobre aquilo que está vivenciando. A experiência imersiva nos abre a possibilidade de reproduzir de forma detalhada e intuitiva os principais aspectos da operação da companhia”

Wilson Marcondes, Coordenador do LIGA Facens, destaca que a construção do app foi realizada por meio de metodologias ágeis e alta tecnologia para integração com óculos e dispositivos inteligentes. “Com a Realidade Aumentada podemos fazer com que os usuários tenham a sensação de participar com maior riqueza de detalhes sobre aquilo que está vivenciando. A experiência imersiva nos abre a possibilidade de reproduzir de forma detalhada e intuitiva os principais aspectos da operação da companhia”

Outro ponto importante, nesse cenário, foi a análise detalhada dos processos - tanto na parte técnica, dentro dos centros de reparo, quanto em relação à explicação dos conceitos de sustentabilidade. “Temos sempre o desafio de tornar as aplicações mais próximas da realidade que as pessoas vivem. Esse app, com Realidade Aumentada, nos proporciona isso, mostrando vídeos e explicações claras sobre como podemos nos agir”, conta Akira.

Como resultado, o aplicativo tem ajudado a Ingenico a alcançar números expressivos, como o crescimento de mais de 240% no volume de processamento de materiais descartáveis gerados pela operação. Ao todo foram mais de 127 toneladas tratadas em 2020, contra cerca de 50 mil kg em 2019.

Para saber mais sobre trasnformação digital e sobre o projeto SIMS entre em contato conosco.

Wilson Marcondes

Graduado como Engenheiro da Computação pela Facens com Pós-Graduação em Docência do Ensino Superior na Universidade Cidade de São Paulo com especializações técnicas na área de modelagem 3D.

Professor da Facens, com 10 anos de experiência lecionando disciplinas como: Desenho Mecânico, Desenho Técnico, Introdução a Engenharia da Computação, Lógica Computacional I e II, Modelagem de Cenários e Modelagem de Personagens 3D entre outras.

No LIGA, atua como Coordenador com 13 anos de experiência na área, sendo responsável pelos desenvolvimentos de Jogos (casuais, educacionais e advergames), desenvolvimento de aplicativos, simuladores e aplicações que utilizem tecnologias como realidade aumentada e realidade virtual.

Sobre a Worldline

A Worldline [Euronext: WLN] é líder europeia no setor de pagamentos e serviços transacionais sendo a 4ª colocada no ranking de maiores players em todo o mundo. Graças ao seu alcance global e seu compromisso com a inovação, a Worldline é a parceira de tecnologia preferida por comerciantes, bancos e adquirentes, bem como por operadores de transporte público, agências governamentais e diversos outros setores da indústria. Com mais de 20.000 funcionários em mais de 50 países, a Worldline oferece aos seus clientes soluções sustentáveis, confiáveis e seguras em toda o ecossistema do processo de pagamentos, promovendo crescimento de seus negócios onde quer que estejam. A Worldline atua nas áreas de Serviços Comerciais, Terminais, Soluções e Serviços, Serviços Financeiros, Serviços de Mobilidade e e-Transacionais, incluindo aquisições comerciais locais e internacionais, tanto em lojas quanto on-line,  garantindo transações de pagamento altamente seguras, com amplo portfólio de terminais de pagamento, bem como e-ticketing e serviços digitais em ambiente industrial. Em 2020, a Worldline gerou uma receita de 4,8 bilhões de euros. Saiba mais em worldline.com