Três tendências em tecnologia de pagamento que ISVs devem saber

* Por Erica Eby

A evolução contínua da tecnologia e a indústria de pagamentos levam a novas e melhores soluções para os problemas dos empreendimentos. Como um fornecedor independente de software (ISV), é importante saber o que acontece na indústria e como as novas soluções podem contribuir para os seus negócios. Não se preocupe, fizemos o trabalho para você — agora, você só precisa decidir quais tendências seguir. Abaixo, três caminhos bastante atuais e de que forma eles podem impulsionar seus negócios como um ISV.

Pin-on_mobile

Na aceitação de pagamentos, “PIN-on-Mobile” (senha em um dispositivo móvel) é um termo comum da indústria, usado especificamente para descrever a inserção e autenticação de uma senha (PIN) através de um software utilizando-se um dispositivo como um tablet ou smartphone. Considerando que, cada vez mais comerciantes têm adotado a estratégia de “Traga Seu Próprio Dispositivo” (na sigla em Inglês, BYOD) em seus estabelecimentos (50% no início de 2018 em relação a 36% no início de 2017), utilizar seus próprios tablets pode ajudar a reduzir os custos de suas soluções. Enquanto um terminal de pagamento tradicional tem um teclado físico, com a tecnologia “PIN-on-Mobile”, a senha é inserida por meio de um aplicativo que opera no dispositivo móvel do comerciante. Para garantir a segurança, esse aplicativo aceita a senha, de maneira segura, sem permitir que o sistema do dispositivo móvel interfira. Essa é uma tendência emergente vista em todo o mundo, pois elimina a necessidade de o leitor de cartão ter que incluir um teclado físico, o que torna esse recurso mais barato e perfeito para pequenos comerciantes. Os consumidores também não vão sentir falta do teclado físico. Pense nos celulares de dez anos atrás comparados aos de hoje de em dia - uma das maiores mudanças é que o teclado se tornou virtual. A tecnologia “PIN-on-Mobile” é uma transição semelhantes e um excelente exemplo de como a indústria de pagamentos continua a impulsionar inovações.

Soluções Android

Embora as soluções POS móveis fossem indicadas para negócios menores, com recursos limitados, houve algumas mudanças  significativas nos últimos anos. Atualmente, uma solução POS para tablet, ao contrário de uma solução para smartphone, é mais popular com comerciantes de todos os portes, pois oferece uma interface maior. Também permite que os comerciantes usem aplicativos mais poderosos e robustos do que em um smartphone. Por exemplo, os funcionários conseguem proporcionar uma interação melhor na loja ao verificar o estoque, informações adicionais do produto ou incluir mais produtos na venda. De fato, em um recente Estudo Global de Consumidores, 66% dos profissionais entrevistados acreditavam que poderia oferecer um melhor atendimento ao cliente e melhorar o sistema de compras  se estivessem equipados com tablets. Esses dispositivos móveis são populares porque oferecem flexibilidades adicionais aos times comerciais, além de apenas aceitar pagamentos ao operar com leitores de cartões móveis. Combinados com os aplicativos certos, os tablets também podem ser usados para gerenciar os horários dos funcionários, analisar os relatórios de vendas e gerenciar outros aspectos das operações dos negócios. Esses benefícios vão além do varejo e podem ser usados em uma diversidade de segmentos de mercado, indústrias, em casos de uso e estabelecimentos tanto de pequeno como de grande porte.

Kit de Desenvolvimento de Software (SDK) EMV para POS móvel

Para que os ISVs aceitem pagamentos via smartphone ou tablet pareado com um leitor de cartão POS móvel, devem cumprir as normais mais recentes da indústria e obter certificação para aceitar EMV e transações sem contato, de maneira segura. Embora a ativação de EMV para POS móvel possa demandar tempo, dinheiro e um processo complexo, um kit de desenvolvimento de software (SDK, na sigla em inglês) pode ser de grande ajuda.  Um SDK permite que os ISVs e desenvolvedores incluam meios de aceitação de pagamento seguro aos seus inovadores aplicativos de negócios. Uma vez que o mercado de API em nuvem tem crescido (espera-se que cresça 20% em CAGR entre 2016 e 2022), usar um SKD sólido pode agregar muito valor a uma solução de negócios de um ISV. Ele também se conecta a uma gama de hardware previamente certificado, reduzindo o tempo e custos gastos em certificações de soluções.

Essas são apenas algumas das principais tendências que os ISVs e desenvolvedores devem prestar atenção ao desenvolver seus negócios. Com quais delas você está mais empolgado? Se estiver buscando implementar uma nova estratégia para seus negócios e quiser falar com um especialista do setor, fale conosco!

 

Erica Eby é Lider de Engajamento de Canal do Grupo Ingenico para a América do Norte